https://dpmptsp.tubaba.go.id/ikygacor/ https://pustaka.iainlangsa.ac.id/wp-content/kzgacor/ https://salemba.budiluhur.ac.id/assets/sgacor/ slot gacor https://kejari-bangkatengah.kejaksaan.go.id/img/ slot gacor https://disdukcapil.tubaba.go.id/template/kygacor/ https://kki.unpad.ac.id/assets/images/ https://e-smile.tubaba.go.id/assets/ slot88 slot777 slot maxwin
9275
Necessidade e dependência exclusiva de desenvolvimento de código

O crescimento acelerado do segmento de tecnologia trouxe ainda mais evidência às questões relacionadas à escassez de profissionais no setor. 

Segundo relatório da Brasscom (Associação das Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação), a área de TI (Tecnologia da Informação) deve ter demanda para cerca de 797 mil profissionais de 2021 a 2025. 

Já a consultoria Gartner apurou que 64% dos executivos de TI consideram a falta de mão de obra como principal barreira para a adoção de tecnologias.

Nesse cenário, como os gestores podem automatizar seus processos de negócio se dependerem de desenvolvimento de código?

Desenvolvimento de código: como driblar os gargalos?

A dificuldade de encontrar profissionais para os projetos de tecnologia tem fortalecido a terceirização que vem crescendo muito no mercado de TI. De acordo com uma pesquisa realizada pela Turing, o mercado de terceirização de serviços deve crescer 13% nos próximos dez anos, chegando a US$ 216 bilhões em 2032. 

Nesse cenário, a necessidade de conhecimento em desenvolvimento de código é delegado a prestadores de serviços. Mas, mesmo com essa alternativa, existem muitos desafios para os gestores:

  • Retrabalho por falhas na comunicação;
  • Falta de conhecimento do negócio por parte dos terceirizados;
  • Perda de eficiência e agilidade pelo processo burocrático de contratação e inícios dos projetos;
  • Falta de autonomia do contratante;
  • Insegurança quanto à qualidade das entregas e cumprimento de prazos;
  • Alto custo da terceirização.

Sim, a remuneração desses profissionais também pode ser um empecilho para algumas empresas. Segundo a Brasscom, profissionais que atuam com serviços de alto valor agregado, como desenvolvimento sob encomenda,consultoria em tecnologia da informação e suporte técnico, ganham 3,2 vezes mais que a média nacional. Isso, é claro, reflete diretamente nos valores cobrados na terceirização.

Então, que outra alternativa buscar, se os gestores precisam criar fluxos de trabalho automatizados para facilitar suas tarefas diárias e a gestão dos seus processos e projetos?

Como, normalmente, não detém o conhecimento técnico necessário, ficam dependentes de quem tenha as habilidades para a construção de códigos. Dessa forma, sofrem os impactos que citamos acima.

Dinheiro e energia são voltados para esses esforços enquanto poderiam ser aplicados de outras formas, com mais produtividade e eficácia.

Uma solução para todos esses gargalos é a tecnologia no-code.

Iniciativas no-code para não depender de desenvolvimento de código

As soluções no-code visam resolver essa questão da dependência exclusiva de desenvolvimento de código e ajudar pessoas sem conhecimento técnico a também  usarem tecnologia para resolverem seus problemas.

As plataformas no-code, na tradução literal, “sem código”, permitem que soluções sejam desenvolvidas sem a necessidade de programação. Qualquer pessoa, mesmo que não conheça nada de codificação, pode implementar soluções para seus desafios. Essas ferramentas têm uma interface visual e usabilidade muito intuitivas, o que torna o processo de construção rápido e mais autônomo.

A iniciativa de uso de no-code tem crescido muito e, segundo o Gartner, o futuro do desenvolvimento web parece ser o desenvolvimento sem código. Para a consultoria, até 2024, 65% das aplicações desenvolvidas serão criados com no-code.

Quais os benefícios do no-code no desenvolvimento de código?

Uma das vantagens mais evidentes do no-code é a possibilidade de que qualquer pessoa crie uma aplicação sem o conhecimento técnico e a dependência de desenvolvedores.

Vale destacar vantagens como:

  • Maior velocidade e autonomia na criação dos processos;
  • Economia de tempo e dinheiro;
  • Pode ser utilizada por empresas de todos os tamanhos;
  • Permite a participação do coletivo, com vários departamentos colaborando para melhorar os processos;
  • Incentiva melhoria na comunicação para criação e automação dos processos 

Por exemplo, considere a necessidade de receber avaliações sobre as entregas de um projeto. É possível usar uma solução no-code para criar uma aplicação que colete o feedback dos stakeholders a cada etapa e analisar os resultados em um dashboard gerencial.

Saiba como a Kyros pode ajudar

A WorktriX é uma plataforma no-code que permite que você crie e configure uma infinidade de fluxos de trabalho bem definidos, desenhados e projetados de forma rápida e dinâmica. 

A ferramenta foi desenvolvida pensando nos usuários das áreas de negócio. E também pode ser aplicada por usuários da área técnica. Tem uma fácil usabilidade (user friendly) e é de fácil integração com outros sistemas, o que amplia as possibilidades da automação.

A solução permite:

  • Que o usuário monte dentro da ferramenta qualquer desenho de negócio por meio de  fluxos;
  • Que sejam utilizadas variáveis para uso em fórmulas de cálculo ou em ações para concatenar informações, por exemplo;
  • Integração com plataformas de engajamento e gerenciamento de equipes e atividades, como o WorkPlayer;
  • Validação de dados de planilhas, para automatizar processos de geração de informações.

Busque o no-code para inovar e criar soluções rápidas e personalizadas para seu dia a dia. Conheça mais sobre as soluções no-code e sobre a nossa ferramenta WorktriX.

Postado por Kyros Tecnologia em 21 dezembro, 2022

[wpusb]

Leia Também

Comentários

[fb_plugin comments]